Não tem aqueles dias que você adentra toda empolgada no seu cantinho de trabalho e se pergunta: “Ok, o que eu vou fazer hoje?”

Garanto que muitas vezes essa resposta não é tão óbvia quanto poderia parecer. É que se você não sabe bem quais são as suas prioridades e o que precisa ser feito pra atendê-las, é muito fácil perder o foco e se distrair com qualquer coisa.

Às vezes o dia começa mais ou menos assim:
“Acho que vou conferir meus e-mails, ou quem sabe dou uma conferida nas redes sociais antes e depois procuro novas ideias no Pinterest. Mas estou achando melhor eu procurar alguma leitura ou vídeo pra me motivar porque hoje eu tô devagar… Putz, hoje ainda tenho que terminar aquele pedido sem noção que eu aceitei fazer, afff…”

E quando você começa a trabalhar mesmo o dia passa rapidinho, você trabalhou, produziu, respondeu vários e-mails e no fim do dia parece que nada mudou efetivamente, está tudo igual ao que estava ontem.

 

Os grandes monstros Chupa-tempo e Suga-energia

A internet é um grande aniquilador de tempo e energia.

A gente usa a velha desculpa de que está procurando referências e inspiração para o nosso trabalho, mas este tal País das Maravilhas tem outros perigos escondidos que você nem imagina. Já falei sobre isso neste outro post onde mostro que não é só o seu tempo que pode estar se esvaindo nesse buraco aí. Vale a pena ler pra ver o que mais está sendo sugado nestas horinhas de distração na internet.

 

Mas tem muitas outras coisas que nos tiram o foco tanto das tarefas do dia a dia quanto do que é importante pra o nosso negócio crescer. Só pra citar alguns:

– checar (e responder) recados e e-mails várias vezes ao dia.
– checar o celular a toda hora.
– outras pessoas na casa te interrompendo pra qualquer bobagem.
– váááárias abas da internet abertas esperando pra você dar uma espiadinha.
– aceitar aqueles pedidos estapafúrdios que você nem quer fazer mas não consegue dizer não.
– ficar horas e horas aperfeiçoando aquele mínimo detalhe daquela peça que já está pronta, mas que sempre pode melhorar mais um pouquinho.

Ok, ok! Você já sabe o que te tira o foco, eu nem preciso listar tudo. Agora é hora de acabar com o mi-mi-mi e colocar a mão na massa pra você acabar de vez com as distrações.

 

01 – Saber aonde você quer chegar

Quero reforçar a importância de você saber aonde quer chegar com o seu negócio e qual é a sua visão de futuro pra ele, te indicando que leia o post da semana passada. Com este material você vai conseguir definir pra onde você vai apontar o seu barco e a partir daí poder tomar decisões mais assertivas daqui pra frente.

Desde aquelas decisões mais simples do dia a dia até uma mais difícil que pode afetar positiva ou negativamente o futuro do seu negócio, todas elas se tonam mais fáceis de serem resolvidas.

Sempre que você precisar resolver qualquer coisa, seja “O que eu vou fazer hoje?” ou “Eu devo aceitar este pedido?”, “Devo fazer esta parceria?” ou “Onde eu invisto o meu dinheiro?”, faça as seguintes perguntas:

– ISTO ESTÁ ALINHADO COM A MINHA META, COM O MEU OBJETIVO?
– ISSO (OU O QUE) VAI ME AJUDAR A ATINGIR MEU OBJETIVO?

Guarde estas perguntinhas na manga e use SEMPRE, sem moderação.

 

02 – Estabeleça prioridades

Esta dica (e todas as outras, na verdade) está intimamente ligada à dica anterior. Como é que você vai estabelecer prioridades, o que você precisa fazer primeiro ou o que você nem deve fazer se não sabe aonde quer chegar?

Se você não tem um alvo definido pode escolher fazer qualquer coisa que não vai fazer diferença. É só sentir o seu humor do dia e escolher o que você está afim de fazer.

Só que eu chamaria isso de hobby, e não de um negócio. Eu sinto muito te decepcionar, mas um negócio não se trata de fazer só o que você está afim, infelizmente.

Só que um negócio não é um hobby e tem um árduo caminho a seguir para atingir o sucesso. E só quando se tem clareza desse caminho, quando se sabe o que é prioridade fica muito fácil eliminar tarefas que não estejam de acordo com o seu objetivo.

 

E você não queria liberdade quando resolveu ter o seu negócio?

Quer liberdade maior do que escolher o seu próprio destino e o COMO chegar até ele? Então aproveita porque ISSO é liberdade!

 

03 – Dizer NÃO para o que não estiver alinhado ao seu objetivo final

Quando as pessoas sabem que a gente faz trabalhos manuais acha que a gente pode fazer qualquer coisa, né?

Anos atrás eu desenvolvi uma linha de quadros decorativos com origami. Sem modéstia, era um trabalho lindo! Era um trabalho super minucioso e detalhista, eu costumo dizer que era coisa de chinês preso, mas mesmo assim eu amava fazer. O resultado do conjunto final era incrível!

Uma vez eu recebi o pedido de uma conhecida muito sem noção pra fazer um quadro pra sua casa de praia. Só que ela queria um quadro temático. A ideia dela era fazer uma montagem usando chinelos Havaianas, pedaços de bambu e esteira de praia.

Alooow!!!

Não é porque eu faço quadros que eu faço QUALQUER quadro! Eu trabalho com ORI-GA-MI! Pecinhas de papel dobrado repetidas dezenas e centenas de vezes. É isso o que eu faço. Afff…

Esse não foi o único pedido sem noção que eu recebi nesta época. E era bem complicado dizer não porque a gente acha que não pode recusar um pedido, acha que nunca mais vai conseguir fechar nenhum outro, que a pessoa vai passa a nos odiar, etc.

Mas ficar horas desenvolvendo um trabalho que não está alinhado ao que você quer fazer só pra não perder o cliente acaba atrapalhando o seu objetivo de encontrar mais pessoas que queiram comprar o que você quer vender. E isso te deixa cada vez mais distante de elevar o seu negócio ao próximo nível.

Quando você sabe com o que quer trabalhar e que tipo de pessoas você quer atender fica bem mais fácil dizer não sem culpa.

 

04 – Saiba no que você precisa trabalhar e porque (motivação)

Para cada tarefa que você for realizar tenha em mente qual motivo você tem para realiza-la. Fazer só porque precisa ser feito não é lá uma boa motivação.

 

Agora, terminar a bolsa do pedido número 100 vai fazer você bater sua meta antes de terminar o mês e você vai poder comemorar a sua conquista saindo pra jantar com as amigas, é uma ótima motivação. Ou então passar a tarde definindo quais serão os posts a serem publicados esta semana vai te liberar para criar aquela nova coleção que há horas você está tentando se concentrar pra dar vida a ela.

Estes incentivos são muito mais motivadores do que simplesmente: eu tenho que fazer porque precisa ser feito. Este incentivo extra vai te ajudar a manter o foco e terminar a tarefa logo, sem distrações, porque você quer atingir o resultado que ele vai te proporcionar. É bem mais gostoso trabalhar assim.

E mais uma vez você está dando clareza para o que precisa ser feito. As atividades no seu negócio não são apenas tarefas a serem cumpridas, elas precisam ser cumpridas porque fazem parte de um objetivo maior e mais recompensador. É isso que você tem que ter em mente, como a cenourinha que a gente põem na frente do cavalo pra ele andar mais rápido, sabe?

 

05 – Se livre de distrações

E para conseguir concluir as tarefas do dia a dia mais efetivamente, por favor, feche a porta, desligue as notificações do celular, feche seus e-mails e feche todas as abas da internet no seu computador. Permita-se concentrar, esteja presente no que você está fazendo.

Não tem nada que interrompa mais o fluxo de produção do que parar várias vezes ao dia pra fazer contas e enviar orçamentos, checar e responder e-mails, conferir o celular 30 vezes, etc, etc. Cuidado com estes péssimos hábitos que parecem inocentes porque são coisas que fazem parte do seu trabalho, elas só parecem inocentes.

Esses péssimos hábitos sempre foram os maiores vilões sugadores de tempo no meu negócio. E aposto que no da maioria dos pequenos negócios por aí também. A sugestão que eu te dou, e eu sei que não é lá muito fácil, é estabelecer horários ou blocos de tempo pra responder e-mails, fazer orçamentos, checar recados e as redes sociais.

Estabeleça que vai olhar a sua caixa de e-mails no final da manhã e no final da tarde, por exemplo. Para os orçamentos pere uma única vez no início da tarde e faça todos de uma vez só. As notificações do celular, redes sociais e afins, você só vai olhar depois de terminar a tarefa xyz.

O importante é você não interromper uma tarefa pra fazer outra.

 

A ciência comprova que a cada interrupção, por mais inocente que seja, você leva alguns minutos pra retomar o mesmo ritmo e atenção que você estava antes de ser interrompida. Ou seja, você leva muito mais tempo pra terminar qualquer coisa. Então, mantenha uma plaquinha de “não perturbe” na porta quando você precisar se concentrar, ok? Isso é bem simples.

 

06 – Identifique qual o melhor horário pra você se concentrar

Agora, se você tem dificuldade de se concentrar pela manhã, por exemplo, nada do que estou falando aqui vai te ajudar a produzir mais pela manhã, pois a sua mente vai estar viajando por lugares onde não deveria estar.

Eu já identifiquei que pela manhã eu raciocino melhor, então dou preferência para escrever, criar conteúdos e planejar estratégias neste horário. Se eu começar o dia lendo e-mails e vasculhando as redes sociais, eu sei que vou desperdiçar boa parte do melhor horário do meu cérebro pensante com coisas que eu poderia fazer outra hora, então eu já começo o dia escrevendo. Adoro pensar de manhã.

À tardinha meu cérebro já não funciona tão bem, então deixo pra esta parte do dia tarefas mais práticas que eu não preciso pensar muito, coisas que posso fazer assistindo TV, por exemplo.

E assim eu organizo o meu dia.

 

Mas eu levei um bom tempo pra descobrir como eu funciono melhor e estes horários não funcionam assim 100% das vezes. Até porque nem sempre eu posso esperar pelo meu melhor horário pra cumprir os meus prazos, tenho que fazer de qualquer jeito. Mas quando eu posso escolher eu sei que essa é uma boa rotina pra mim e tem funcionado super bem.

Observe o seu ritmo durante um mês mais ou menos, vá se testando. Quando você descobrir como você funciona vai se bem mais fácil criar uma rotina super produtiva pra você.

 

É fundamental que você saiba pra onde está indo

Você já deve ter percebido que é fundamental saber o seu destino de tantas vezes que eu falei isso aqui. E mais uma vez vou indicar que você leia o post da semana passada (se já não o fez) porque isso vai te ajudar bastante a ver um progresso no seu negócio e acabar com aquela sensação de está tudo sempre igual.

Quando você consegue realizar tarefas que tenham um significado importante pra você e que fazem a diferença pro seu negócio, você vai enxergar as mudanças e que ele está, sim, andando pra frente. E isso só vai acontecer quando você conseguir trabalhar de maneira mais efetiva e fazendo APENAS o que te move pra frente.

E a produtividade está intimamente ligada com a sua motivação. É muito difícil se motivar com um negócio que não sai do lugar e que está sempre correndo atrás do rabo, né? Se você quer chegar a algum lugar e ter o sucesso que você planeja, é imprescindível que você seja mais específica nas suas ações. Você precisa parar de andar no escuro sem saber aonde o seu um caminho ou outro vai te levar.

E a lanterna que vai iluminar o seu caminho eu chamo de CLAREZA. Tenha ela sempre com você.

 


Se você se importa com o seu negócio é sua responsabilidade se livrar das distrações e caminhar para o sucesso mais rápido e de forma certeira.

 

Daqui por diante, sempre que for começar a fazer algo, eu te sugiro fazer sempre as seguintes perguntas:

Isto vai me ajudar a chegar aonde eu quero?
Vai ajudar no meu caminho? Faz sentido pra o que eu estou buscando para o futuro do meu negócio?

Se a resposta for não, você já sabe o que fazer: Livre-se desta distração já!

Quer saber como traçar suas metas de forma eficiente? Leia este post aqui.
E pra saber como atingir suas metas de uma vez por todas é só ler este outro post aqui.